Cinco Dicas de Marketing Digital Para Quem Ainda Não Tem Um Site

O número de pessoas com acesso à internet cresce cada vez mais. Há a expectativa de que em 2015 o Brasil ultrapasse o Japão e passe a ocupar o terceiro lugar no ranking de países com maior número de internautas. Essa realidade se reflete no mundo corporativo, cada vez mais o cliente em potencial busca informações sobre as empresas, procura relacionar-se com elas no ambiente digital e utiliza o e-commerce como forma de efetuar as suas compras. Diante disso, é necessário que as empresas estejam preparadas e disponham de estratégias de marketing digital assertivas para não perderem vendas e oportunidades de relacionamento com seu público-alvo.

Uma das primeiras ferramentas que certamente se procura, é o site. Ele constitui uma ótima porta de entrada para o cliente ter contato com a empresa, passa credibilidade e é excelente fonte para apresentar informações sobre a empresa, seus produtos e serviços. Porém, ter um site realmente eficiente demanda tempo e verba para desenvolvê-lo. Isso não quer dizer que, enquanto o seu site não fica pronto, você não estabelecerá a presença digital de sua empresa. Pelo contrário, inicie suas estratégias de marketing digital utilizando outras ferramentas que garantam sua presença online e já lhe tragam resultados mensuráveis. Confira, abaixo, alguns exemplos.

#1 Desenvolva um blog

Em um primeiro momento, o blog pode parecer bastante semelhante ao site. Porém, o blog é mais simples e rápido de desenvolver e possui conteúdo diferente do site, onde o conteúdo é mais institucional, voltado ao público que o procura.

Já no blog, o conteúdo é mais abrangente e menos institucional, com linguagem mais informal. Ele é um excelente meio de atrair público e de iniciar relacionamento com seu target. Por meio dele a sua empresa poderá tornar-se referência sobre os assuntos abordados nos posts, ganhar credibilidade e, quando o seu site estiver no ar, atrair mais tráfego para ele. Mas, lembre-se de que para o blog trazer resultados e gerar interesse, ele precisa de atualizações frequentes de conteúdo.

Recentemente criei o meu novo blog, esse que você está acessando agora e lendo esse artigo, a minha experiência foi tão positiva que resolvi compartilhar com você Como Eu Criei o Meu Blog Soxinha Absolutamente do ZERO. Veja abaixo:

imagem_capa

#2 Gere leads por meio de landing pages

As “landing pages” são páginas desenvolvidas para gerar conversão. Elas possuem poucas opções para navegação e possuem um objetivo específico, normalmente uma troca: a empresa fornece conteúdos relevantes (como ebooks, vídeo séries, etc.) e o visitante fornece algumas informações de interesse da empresa.

Assim, esses leads poderão converter-se em oportunidades posteriores de negócios e de relacionamento. Lembre-se de que as landing pages precisam oferecer conteúdos realmente relevantes para que o seu target concorde com a troca e realize a conversão. Assim, antes de desenvolvê-la, procure se certificar sobre os conteúdos que o seu público de interesse está buscando e a melhor forma de disponibilizá-lo.

#3 Lance campanhas de email marketing

Depois de gerar os leads, você poderá planejar ações de email marketing. Muitas empresas acabam comprando listas de contato prontas, porém essa não é a estratégia mais adequada. As listas são fornecidas a diversas empresas (inclusive os seus concorrentes), dificilmente possuem contatos qualificados e são formadas por contatos de pessoas que talvez não conheçam a sua empresa e não concordaram em receber as suas informações, assim, rapidamente a sua empresa poderá figurar em listas de spammers.

Quando você gera os leads, você terá uma lista exclusiva de contatos de pessoas que já conhecem o seu negócio e que têm interesse em saber mais sobre você, esta é uma grande vantagem e um ativo valioso para sua empresa. Assim, você poderá enviar novidades e promoções para esse público exclusivo por meio do email marketing.

Seus emails poderão ter caráter mais promocional (por exemplo, divulgar a ação desenvolvida por meio da landing page) ou institucional (envio de newsletter). Uma dica é sempre segmentar suas mensagens de acordo com o perfil de seu público, isso fará com que sua ação seja mais assertiva e traga melhores resultados

#4 Esteja presente – e ativo – nas mídias sociais

Cada vez mais o perfil do internauta é social, pois ele busca interagir tanto com sua rede de contatos quanto com as empresas. E os sites de mídias sociais são meios fantásticos para isso.

Estar presente nas mídias sociais lhe trará benefícios como interação e relacionamento mais próximo com o seu público de interesse, receber feedback rápido sobre seus produtos, serviços e ações desenvolvidas e gerar tráfego para outros canais da empresa (como o blog ou a landing page). Porém, apenas estar presente não basta, é necessário monitoramento e atualização de conteúdo frequentes.

Sua empresa também precisa estar preparada para responder questionamentos e lidar com críticas negativas – elas podem se mostrar ótimas oportunidades para conversão e de aprendizado e melhoramento de seu negócio

#5 Utilize técnicas de SEO

SEO (Search Engine Optimization ou Otimização para Mecanismos de Busca) faz com que seus canais digitais conquistem bons posicionamentos orgânicos nos sites de buscas. Você poderá utilizar técnicas de SEO no seu blog ou landing page e, posteriormente, em seu site.

Algumas dicas de SEO incluem selecionar palavras-chave realmente relevantes para o seu conteúdo, desenvolver títulos claros e com apelo ao seu público de interesse (pense em como as pessoas farão buscas sobre o seu conteúdo no Google, por exemplo) e incluir links internos e externos em seus textos.

Espero que tenha gostado do artigo, compartilhe nas redes sociais para que essas informações cheguem a mais pessoas.

Abraços e até a próxima.

Karine

ebook_alloweb