Como Melhorar a Taxa de Conversão com o Inbound Marketing

Ao longo de uma série de posts, tenho falado sobre Inbound Marketing e como você pode incluí-lo nas suas estratégias de marketing para ter mais sucesso em suas ações. Nesse post, vou falar sobre um ponto que influência diretamente nos resultados: o uso do Inbound Marketing para melhorar a taxa de conversão.

Criação de conteúdo de qualidade, otimização do seu site, segmentação de leads… São vários os pontos que você pode explorar dentro do Inbound Marketing, mas com certeza um dos que mais influencia nos resultados de conversão é a “landing page”.

O que é uma landing page?

landing page

Dentro da metodologia de Inbound Marketing, chamamos de “landing page” as páginas que são criadas especificamente para gerar conversão, ou seja, para transformar seus visitantes em oportunidades.

Existem dois tipos de conversão em um site:

  • Direta: Quando o visitante do seu site responde a uma oferta de produto/serviço e toma uma ação concreta em direção à compra. Exemplos: compra de um produto em um site de e-commerce, pedido de orçamento via formulário no site, reserva de horário de um serviço pelo site, assinatura/cadastro de um produto Web, ligação para a central de vendas da empresa, entre outros.
  • Indireta: Quando o visitante fornece algumas informações pessoais (ex. nome, email, telefone, empresa, etc.) em troca de uma oferta de conteúdo ou serviço gratuito (eBook, webinar, vídeos…). Esse tipo de conversão é muito mais suave e, apesar de não gerar resultados imediatos, trabalha para reter aquelas pessoas que ainda não estão prontas para comprar o seu produto/serviço, mas que podem vir a ser clientes mais à frente.

O que faz uma landing page ter boas taxas de conversão?

CONVERSÃO DE LEADS

#1 Ter um call-to-action eficiente

O bom resultado de uma landing page começa antes mesmo da sua criação, por isso você precisa planejar como o seu futuro lead vai chegar até ela: preciso de um bom call-to-action (CTA). A expressão significa “chamada para ação” em português e é isso mesmo que ela deve fazer: atrair o seu público para a ação que você deseja, que nesse caso é clicar e ser direcionado para a sua landing page. Esse CTA pode estar em um post no seu blog, uma página do seu site, um e-mail marketing… O importante é que ele seja claro, atraente e visível.

Exemplo prático: Recentemente eu montei uma série de conteúdos que os meus leads podem receber quando convertem em uma landing page. Mas, para atrair o visitante eu fiz um anúncio no Facebook, onde eu faço uma chamada pra ele assistir um vídeo na landing page. Perceba que eu fiz mais de uma chamada para a ação, uma quando eu chamei as pessoas (através do texto e da seta na imagem) a clicarem no botão Assistir Mais e a outra que é o próprio botão Assistir Mais.

anuncio call to action

#2 Fazer uma oferta atraente

Quando falo em oferta, não estou falando apenas de oferta de preço, mas de qualquer coisa que você vá oferecer para esse visitante para que ele se interesse. Pode ser um e-book, um webinar, um cupom de desconto, um vale de frete grátis, etc. O importante é que você ofereça algo que de fato vá interessar seu público-alvo. No caso do anúncio no tópico anterior eu estou oferecendo um vídeo com conteúdo rico.

#3 Ser direcionada para o público certo no momento certo

É importante que a sua página seja criada tendo em mente não apenas as personas que você criou para a sua estratégia de Inbound Marketing, como também considere as etapas dos consumidores dentro da jornada de compra do seu negócio.

#4 Ter conteúdo claro e objetivo

Uma landing page deve ser entendida facilmente. Por isso, precisa ter textos claros, bem escritos, persuasivos e, principalmente, fáceis e rápidos de ler. Explore recursos como frases curtas e tópicos.

Além disso, a landing page deve seguir uma estrutura básica: ter um título claro e chamativo, explicar brevemente a sua oferta, trazer textos curtos e usar estrutura de tópicos, além de ter um formulário fácil e rápido de ser preenchido. É importante também que ela não tenha links para não gerar fuga da página.

#5 Ser visualmente clara e atrativa

Um layout agradável e legível é outro ponto capaz de aumentar e muito o seu resultado, pois é mais fácil de ler e estimula a permanência na página. O ideal é trabalhar com cores neutras e fáceis de ler e com apenas uma imagem de destaque que ilustre a sua oferta. Você também deve explorar botões de compartilhamento nas redes sociais, estimulando que seus visitantes espalhem sua oferta para os amigos.

#6 Contar com depoimentos

Depoimentos são uma ótima forma de convencer seus visitantes, já que os consumidores tendem a confiar mais na opinião de outros consumidores do que no que uma empresa tem a dizer sobre ela mesma.

Concluindo

Como você viu, elaborar uma boa landing page não é nenhum bicho de sete cabeças, mas é um fator crucial para aumentar a sua taxa de conversão. Se você está fazendo um bom trabalho de Inbound Marketing, mas a sua taxa de conversão está deixando a desejar, dedique uma atenção especial à avaliação de suas landing pages.

Gostou desta estratégia de Inbound Marketing? Eu já testei vários softwares para criar as minhas landing pages, mas o que eu mais confio e uso é o RD Station da Resultados Digitais.

Abraços e até o próximo artigo.

Karine Borges

Quer continuar aprendendo mais sobre Inbound Marketing? Então cadastre o seu e-mail para receber meus posts em primeira mão, aqui abaixo.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *